Entenda sobre
Cirurgia Ortognática

Cirurgia Ortognática

A cirurgia ortognática é o tratamento para pacientes que possuem deformidades envolvendo o esqueleto facial e os dentes. Quando não é possível resolver o caso somente com o tratamento ortodôntico, uma vez que o problema está no excesso ou falta de crescimento do esqueleto facial e não somente na posição dos dentes, então se faz necessária a cirurgia ortognática.

Qual a origem das deformidades?

Essas deformidades podem ter origem nas Síndromes e Anomalias Específicas (fatores teratogênicos,fatores embriológicos, microssomia hemifacial, Treacher Collins, fissuras faciais, crânio-sinostoses, Pierre Robin…), distúrbios de crescimento após o nascimento, trauma facial, problemas musculares e hormonais ou de origem genética quando existe algum familiar com as mesmas características.

E comum ocorrer o paciente ter a mandíbula grande representando o prognatismo mandibular como as fotografias da paciente abaixo mostrando ante e após o tratamento.

Outros pacientes apresentam a mandíbula pequena, retrognatismo mandibular semelhante ao saudoso compositor Noel Rosa como é o caso da paciente abaixo:

Muitas vezes o paciente apresenta problemas combinados associando o maxilar inferior e o maxilar superior, por exemplo: o excesso de crescimento mandibular (mandíbula grande) e a falta de crescimento maxilar (a maxila para trás) necessitando operar os dois segmentos.

O diagnóstico e o planejamento cirúrgico são realizados minuciosamente antes da cirurgia nos modelos de estudo montados em articulador odontológico, radiografias e com o auxílio de computação gráfica.

“À medida que o interesse e a necessidade das pessoas pela cirurgia ortognática aumentaram, a tecnologia médica também melhorou rapidamente ao longo do caminho.”

Quais os benefícios deste tratamento ortodôntico e cirúrgico?

  • Melhora da relação entre os dentes, músculos e esqueleto;
  • Melhora da respiração;
  • Melhora do posicionamento da musculatura do pescoço;
  • Melhora do posicionamento da língua;
  • Melhora da fonação e da articulação das palavras;
  • Melhora da oclusão e da articulação temporomandibular;
  • Melhora da mastigação e da digestão;
  • Melhora no relacionamento social.

Quais podem ser as fases do tratamento?

  • Exodontia dos dentes do siso deve ser no mínimo avaliada antes da montagem do aparelho ortodôntico;
  • Montagem do aparelho ortodôntico fixo – o tratamento ortodôntico pode levar de 8 a 24 meses antes da cirurgia para deixar os dentes em uma posição adequada;
  • Cirurgia Ortognática (ainda com o aparelho de ortodôntico nos dentes);
  • Trinta dias de recuperação (sem esforço físico, sem esporte e sol);
  • Retorno ao tratamento ortodôntico de 30 a 60 dias após a cirurgia para melhorar definitivamente a posição dos dentes;
  • Controles periódicos com o cirurgião;
  • O tempo do Tratamento depende do grau de dificuldade do tratamento ortodôntico.

Como a cirurgia é realizada?

A cirurgia é realizada no Hospital sob anestesia geral, mas antes é realizado o preparo do paciente com todos os exames necessários. O paciente é internado na manhã da cirurgia em “jejum absoluto” (não pode comer nenhum tipo de alimento nem tomar água nas 10hs antes da cirurgia) e dependendo do porte a cirurgia o paciente recebe alta hospitalar à noite ou na manhã do dia seguinte. A cirurgia é realizada totalmente por dentro da boca, não deixando cicatriz na face!

Existe dor após a cirurgia?

Não! O esqueleto é fixado com mini-placas e parafusos de titânio não permitindo micromovimentação dos ossos havendo ausência da dor. Haverá muito inchaço no rosto o que é normal e a partir do 4º dia começa a diminuir.

A boca fica amarrada? O osso fica fixado?

Não! Antigamente, era utilizado “fio de aço” para unir os ossos e devido a sua instabilidade era necessário manter a boca sem movimentação amarrando os dentes do paciente rigidamente por 30 ou 60 dias com fios de aço. Com o novo sistema de Fixação do Esqueleto com mini-placas e parafusos de titânio, o paciente sai da cirurgia e recebe alta hospitalar sem estar com a boca amarrada. Após quatro dias, inicia o uso de elásticos no aparelho ortodôntico que o próprio paciente coloca e retira em casa.

Quais são os cuidados pós cirúrgicos?

Dieta – “30 dias sem alimentos sólidos”! Durante 30 dias o paciente poderá comer alimentos líquidos e pastosos não podendo mastigar nada sólido. Deverá alimentar-se de sucos, vitaminas, sopas, caldos e cremes. A regra é a seguinte: o paciente por 30 dias pode comer “doces, salgados e até pedra desde que esteja batido e coado”.

Cuidados Físicos – “30 dias sem esforço físico”! Normalmente, nos primeiros 15 dias, o paciente fica somente em casa. Praticamente, o seu único contato externo é com o seu cirurgião. Após 15 dias, é possível até freqüentar escola, pois o inchaço no rosto já diminuiu muito. Entretanto, durante os 30 primeiros dias após a cirurgia, o paciente não deve realizar nenhum esforço físico maior sendo aconselhável andar no banco traseiro do carro. Tampouco deve expor-se ao sol e manter-se afastado de esportes coletivos ou de riscos por 90 dias.

Muitas vezes o paciente apresenta problemas combinados associando o maxilar inferior e o maxilar superior, por exemplo: o excesso de crescimento mandibular (mandíbula grande) e a falta de crescimento maxilar (a maxila para trás) necessitando operar os dois segmentos. O paciente a baixo é um exemplo clássico de problema combinado. O maxilar superior foi colocado para frente e o inferior (a mandíbula) para traz.

Dr. Thiago Guimarães

Especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco Maxilo Facial pela Universidade Federal de Uberlândia, Hospital das Clínicas e Faculdade de Odontologia – UFU.

Conheça o perfil

Planejamento Virtual 3D para Cirurgia Ortognática

Planejamento no Software

Toda cirurgia ortognática é executada no software de planejamento virtual. Tanto a maxila quanto a mandíbula são colocados de forma precisa na posição facial adequada, obtendo assim a harmonia estética desejada.

Entenda mais

URGÊNCIA OU EMERGÊNCIA

62 8518-1575

Whatsapp ou torpedo (chamadas bloqueadas)

Com a máxima preocupação em oferecer o que há de melhor, o Dr. Thiago Guimarães faz parte do corpo clínico de um dos melhores hospitais de Goiânia.

Cirurgia Ortognática em Goiânia com o avançando da tecnologia médica de cirurgia Bucomaxilofacial

Dr. Thiago Guimarães atende no Hospital Unique. Um hospital completo, com a excelência que Goiânia merece. Uma estrutura concebida em cada detalhe para proporcionar o melhor padrão de atendimento.

Saiba mais